PEK
PEK
PEK PEK
Jacutinga

A jacutinga é uma ave ameaçada de extinção devido à drástica redução de sua população. Em algumas regiões do Brasil onde ocorria originalmente, como no sul da Bahia, no Espírito Santo e no Rio de Janeiro, já está extinta. É considerada uma ótima dispersora de sementes, alimentando-se de diversos tipos de frutos nativas da Mata Atlântica, colaborando na regeneração e manutenção das florestas.

entre 1,1kg e 1,4kg

entre 64cm e 74cm de comprimento

14 anos em cativeiro

Background Aves
Dados importantes
PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS

É uma ave corpulenta e de coloração negra. Possui o alto da cabeça e a ponta das asas com manchas brancas, garganta vermelha e bico azul esbranquiçado.

PRINCIPAIS AMEAÇAS

O desmatamento de florestas que alterou e eliminou seus hábitats de preferência e a caça intensiva para alimentação. A retirada ilegal do palmito-juçara (Euterpe edulis) da sua área de ocorrência, também impacta significativamente esta espécie pelo fato dos frutos serem uma importante fonte alimentar de sua dieta.

DIETA

Se alimenta principalmente de palmito-juçara, mas também de polpas de frutos, pequenos insetos, flores e sementes.

REPRODUÇÃO

Acontece entre agosto e janeiro. A jacutinga faz seu ninho nos galhos mais altos e protegidos das árvores, coloca de dois a quatro ovos e o período de incubação é de 28 dias.

COMPORTAMENTO

● Tem preferência por florestas úmidas e densas de áreas montanhosas e vales profundos.
● Se desloca em grupos de até 15 jacutingas.
● Tem hábitos principalmente diurnos e costuma manter-se na mesma altura da copa das árvores.

CURIOSIDADE

Seu nome vem da junção de duas palavras em tupi-guarani: “jacu” que significa ave, e “tinga”, que significa branco, em referência às manchas na cabeça e nas asas.

Distribuição geográfica
Mapa Distribuição Geográfica
ExistentePossivelmente Existente

Status de conservação
EN
EN